Verso, Prosa e Cantoria: Pixurum sobre Literatura Popular se apropria do Centro Cultural Vidal Ramos


O encontro, que está em sua sétima edição, promove uma roda de conversa sobre a produção literária local

No sábado (30/11) a Associação Cultural Matakiterani promoveu a sétima edição Pixurum – Encontro da Rede de Sabedoria, em parceria com o SESC e com o apoio da Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC), na biblioteca do SESC Centro Cultural, o antigo Colégio Rosa, Lages/SC. A temática do encontro foi “Literatura Popular da Serra Catarinense”, abordando as mais diversas formas de expressão, escrita e oral, da literatura local: décimas, trovas, pisquinho, pajada e narrativa.

O encontro foi facilitado pela articuladora comunitária, Daniela Carneiro e contou com a presença da Mestra Maria Teresinha Vieira do Nascimento, escritora e contadora de causos, e do Mestre Bruno Antunes, trovador e contador de causos. Para oferecer aos convidados um panorama acadêmico sobre a temática, estava presente também a Professora Kátia Marlowa Ferreira, mestre em literatura, a qual desenvolveu sua dissertação de mestrado sobre o pisquinho, um tipo de poema anônimo e satírico típico da cidade de Painel que dirige críticas ácidas e bem-humoradas às pessoas do convívio imediato, sobretudo, políticos, professores e pessoas com certa influência social no contexto.

A Mestra Maria Teresinha expôs seus livros: Contos e Causos da Coxilha Rica, volumes um e dois e contou sobre a sua trajetória em meio à palavra falada e escrita. O Mestre Bruno Antunes fechou o evento dando uma amostra de diversos tipos de palavra cantada: trova de martelo, décima, mi maior de gavetão e ao estilo Gildo de Freitas.

Houve, ainda, a confecção de um varal literário colaborativo, em que os convidados puderam compartilhar e expor seus escritos no encontro, que finalizou com o Café com Mistura: a refeição colaborativa que conta com a solidariedade entre os participantes.

O que é a Rede de Sabedoria

É uma ação continuada da Matakiterani Associação Cultural surgida em 2007, sendo reconhecida pela FAPESC em 2009 no Prêmio Stmmeer de Inovação em Santa Catarina. Forma-se por uma trama de vários fios: registro da cultura, expressões artísticas e ações educacionais. Esses fios geram produtos numa perspectiva de valorização da identidade cultural regional frente ao mundo globalizado.

A partir de 2019, os encontros da rede passam a ser chamados de Pixurum, expressão local que denomina o movimento das pessoas que se reúnem por uma causa em comum. Tendo a parceria do SESC Lages e apoio da UNIPLAC, os encontros da rede pretendem valorizar a literatura oral e escrita, partindo dos saberes da sabedoria popular e formando um acervo digital do patrimônio imaterial da Serra Catarinense, para isso, todos os encontros são registrados em audiovisual e são colhidos os depoimentos dos mestres e mestras da cultura popular. 

Os pixuruns voltam a acontecer em 2020 

A última edição do Pixurum – que aconteceria dia 21/12 – foi cancelada, devido aos festejos de final de ano. No entanto, o projeto continua no próximo ano, com novas temáticas e encontros mensais, cuja agenda será divulgada pelos canais oficiais da Associação Cultural Matakiterani e também na programação do Sesc Lages.

As entrevistas com os mestres e mestras que participaram dos encontros podem ser vistas na página do YouTube da Matakiterani: https://www.youtube.com/user/MatakiteraniAC

Texto: Morgana Oliveira

Fotos: Cesar de La Plata