Serra Catarinense perde Zé da Serra


 

Com tristeza comunicamos a falecimento do Mestre Zé da Serra.

Nascido como João Fernandes Araújo em Pinhal da Serra/RS, gaiteiro, compositor, contador de causos, fez parte do grupo Trio Campeiro Os Gaúchos de Vacaria. Amigo de infância do cantor e compositor Zé Mendes, participou como figurante do filme “Pára Pedro”. Atuou em filmes de João Amorim. Transitava em programas de rádio, rodeios e shows, acompanhando músicos como Pedro Freitas, João Amorim entre outros. Sem dúvida uma das maiores referências da música gaúcha da Serra Catarinense.

Residia em Lages desde a década de 70, mantendo diversas parcerias musicais, em especial com o cantor e trovador Bruno Antunes.

E assim o conhecemos. A dupla Zé da Serra e Bruno Antunes participou de diversos projetos da Matakiterani, além de apresentações com a dupla Grillo Seco e Testa de Lampião, com quem montou o espetáculo “Assombros, causos e outros encontros”. Tivemos a honra de conviver e aprender com este grande mestre da cultura popular, pessoa muito querida, amorosa e afetiva. Deixa esposa, filhos e netos.

O vídeo que segue foi o último registro que fizemos do Tio Zé, numa atividade na EMEB Izidoro Marin, no projeto Vivências Criativas de Tradição Oral na Escola.

Como ele próprio cantava na música “Dom de Gaiteiro”:
“Sei que somos nessa vida, viajantes de passagem
Por isso nessa canção, minha sincera homenagem
Essa gaita me acompanha mais de cinquenta janeiros
Por isso que sou feliz, com esse dom de gaiteiro.”

Vá em paz Tio Zé, e obrigado por tudo.