Ponto de Cultura


CULTURA POPULAR NO RUMO DE SÃO MARIA
A iniciativa representa a continuidade das a√ß√Ķes da Matakiterani Associa√ß√£o Cultural e tem por objetivo constituir uma rede de rela√ß√Ķes s√≥cio-educacionais em permanente pulsa√ß√£o, cujo resultado √© a democratiza√ß√£o da produ√ß√£o cultural em suas diferentes manifesta√ß√Ķes em comunh√£o com a vida e a comunidade. ¬†As atividades s√£o colocadas em pr√°tica em tr√™s espa√ßos diferentes, o N√ļcleo de Celebra√ß√£o, N√ļcleo de Cria√ß√£o e N√ļcleo de Releitura, por meio de oficinas pr√°ticas denominadas Viv√™ncias Criativas e A√ß√Ķes Continuadas, que abrangem a cultura popular e culminam na cultura digital.
 
O QUE SÃO VIVÊNCIAS CRIATIVAS
 
S√£o atividades educacionais continuadas dotadas de metodologia pr√≥pria com pressupostos no mecanismo de transmiss√£o de conhecimento da cultura popular em que a pr√°tica tem grande import√Ęncia na apreens√£o e perpetua√ß√£o dos saberes. As viv√™ncias atender√£o crian√ßas, adolescentes, adultos e anci√£os, em √°reas urbanas, periferias e pequenas comunidades de modo a possibilitar que o fio de transmiss√£o da sabedoria popular n√£o se dissolva.¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†
 
O QUE S√ÉO A√á√ēES CONTINUADAS
 
S√£o atividades j√° realizadas pela¬†Matakiterani e que a partir do conv√™nio far√£o parte das a√ß√Ķes do Ponto de Cultura, algumas como contrapartida e outras por serem a√ß√Ķes financiadas pelo pr√≥prio Minist√©rio da Cultura e caminharem na mesma dire√ß√£o das viv√™ncias criativas. As a√ß√Ķes continuadas s√£o: A√ß√£o Gri√ī – Mestres da Oralidade Serrana, S√°bios da Vida Semeadores de Sonhos, Pontinhos de Cultura – Oficina do Agente Coletor de Causos, Espet√°culo de Teatro Recomenda√ß√£o das Almas, Espet√°culo de narrativas Causos da Serra, Jornalzinho Bulha da A√ß√£o.
NÚCLEO DE CELEBRAÇÃO
Espa√ßo de reuni√£o dos s√°bios, ensinadores e detentores de sabedoria popular e a comunidade que os cercam. Por meio de um chamamento p√ļblico em quatro cidades da regi√£o, pretende-se realizar a atividade¬†Mostra de Campo¬†em cada uma das cidades escolhidas. Para representar toda a regi√£o em seus dezoito munic√≠pios, selecionamos por localiza√ß√£o geogr√°fica e relev√Ęncia cultural quatro cidades que ir√£o aglutinar as manifesta√ß√Ķes populares dos munic√≠pios de seu entorno: Lages, Campo Belo do Sul, S√£o Jos√© do Cerrito e Urupema. Ser√° realizado uma vez por ano em cada uma das cidades escolhidas, totalizando quatro Mostras de Campo por ano e quatro retornos para apresenta√ß√£o do material constru√≠do. ¬†
¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬† A Matakiterani vai realizar um chamamento p√ļblico dos detentores e praticantes de manifesta√ß√Ķes da cultura popular, bem como a popula√ß√£o em geral das cidades integrantes e cidades vizinhas daquelas que formam a rede de transmiss√£o da iniciativa. Convocar as pessoas para o encontro num espa√ßo p√ļblico, reunindo as manifesta√ß√Ķes de cultura popular em forma de apresenta√ß√Ķes e exposi√ß√Ķes. A Mostra do Campo ser√° amplamente divulgada e quando poss√≠vel atrelada a um evento local das cidades envolvidas.
NÚCLEO DE CRIAÇÃO
¬†Local onde as viv√™ncias educacionais e comunit√°rias ser√£o direcionadas a um p√ļblico alvo que compreende as escolas p√ļblicas da Par√≥quia S√£o Crist√≥v√£o. Sua abrang√™ncia compreende 12 comunidades urbanas e rurais, 04 bairros e 01 distrito.¬†Esse n√ļcleo compreende tr√™s viv√™ncias, a¬†Viv√™ncia do Sagrado¬†que pretende entrar em contato e reconhecer a import√Ęncia dos saberes locais transmitidos oralmente, relacionados com a religiosidade popular, seus santos, mitos, rezas, ritos e locais sagrados, tendo por representantes os capel√£es, recomendadores de alma, benzedores e benzedeiras, sortistas e devotos de S√£o Jo√£o Maria.
¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬† E a¬†Viv√™ncia das Tradi√ß√Ķes¬†que prop√Ķe o¬†ensino, pr√°tica e forma√ß√£o de aprendizes na fabrica√ß√£o de objetos, formas de moradia e preparo de alimentos a partir da mat√©ria-prima local, recuperando t√©cnicas de grupos ind√≠genas, afro-brasileiros, imigrantes europeus, colonizadores luso-brasileiros e espanh√≥is, al√©m das reminisc√™ncias de fazeres, trazido atrav√©s do Caminho das Tropas. A¬†Viv√™ncia das¬†Artes atua no sentido de realizar montagens de interven√ß√Ķes de teatro, narrativas, e m√ļsica com os alunos das escolas participantes, estimulando a cria√ß√£o de grupos art√≠sticos, assessorando-os e estimulando a sua continuidade.¬†¬†
N√öCLEO DE RELEITURA
¬†Espa√ßo de constru√ß√£o de novos saberes por meio da tecnologia e atrav√©s de uma pol√≠tica de utiliza√ß√£o dos equipamentos e do espa√ßo do est√ļdio de registro de √°udio criado pela iniciativa. O local de funcionamento ser√° a sede do Grupo Usina, um conjunto de empresas de urbanismo, tecnologia e publicidade que ceder√° uma sala de seu pr√©dio para a montagem do espa√ßo de releitura.
¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬† A¬†Viv√™ncia Digital¬†ira promove o acesso a cultura digital, e a oportunidade de desenvolvimento profissional a partir das atividades de produ√ß√£o de conte√ļdo audiovisual, fotogr√°fico, impresso, textual e produ√ß√£o documental, e do acesso gratuito a internet com fins de pesquisa e aprendizado. ¬†