Carta de intenƧƵes


MINISTƉRIO DA CULTURA

PROGRAMA CULTURA VIVA

AƇƃO GRIƔ NACIONAL

ASSOCIAƇƃO CULTURAL MATAKITERANI

AƇƃO MESTRES DA TRADIƇƃO ORAL, SƁBIOS DA VIDA SEMEADORES DE SONHOS

E.E.B. VISCONDE DE CAIRU


CARTA DE INTENƇƕES

A AssociaĆ§Ć£o Cultural Matakiterani por meio deste documento tem por objetivo orientar as aƧƵes empreendidas no Ć¢mbito da sua atuaĆ§Ć£o na Escola de EducaĆ§Ć£o BĆ”sica Visconde de Cairu com a iniciativa Mestres da TradiĆ§Ć£o Oral, SĆ”bios da Vida Semeadores de Sonhos, integrante da AĆ§Ć£o GriĆ“ Nacional vinculada ao Programa Cultura Viva do MinistĆ©rio da Cultura, e definir com clareza o papel desempenhado e o compromisso assumido pelas partes envolvidas no desenvolvimento do trabalho, a citar a Escola de EducaĆ§Ć£o BĆ”sica Visconde de Cairu e a AssociaĆ§Ć£o Cultural Marakiterani.

DA INICIATIVA

A iniciativa Mestres da TradiĆ§Ć£o Oral, SĆ”bios da Vida Semeadores de Sonhos Ć© constituĆ­da de um plano pedagĆ³gico que parte de um contexto regional marcado pela diversidade Ć©tnica, para inserir os sĆ”bios da oralidade no ensino formal por meio de oficinas extracurriculares que abordarĆ£o o falar, o viver e o fazer; foi aprovada no “Edital de DivulgaĆ§Ć£o nĀŗ 2, de 27 de junho de 2008, que visa conceder Bolsas de Incentivo GriĆ“, no valor de R$ 380,00 (trezentos e oitenta reais), a GriĆ“s Aprendizes, GriĆ“s e Mestres de TradiĆ§Ć£o Oral envolvidos em projetos pedagĆ³gicos de Pontos de Cultura e Entidades Privadas sem fins lucrativos, de natureza cultural”; tornado pĆŗblico atravĆ©s do Ato Portaria NĀŗ 06, de 22 de outubro de 2008,
Ć© integrante da AĆ§Ć£o GriĆ“ Nacional, polĆ­tica pĆŗblica de valorizaĆ§Ć£o da oralidade, ancestralidade e tradiĆ§Ć£o da cultura popular brasileira. A presente iniciativa Ć© de cunho educativo e cultural, de participaĆ§Ć£o espontĆ¢nea, extracurricular, apartidĆ”ria, cooperativa e solidĆ”ria.


DAS ENTIDADES ENVOLVIDAS

Realizador: AssociaĆ§Ć£o Cultural Matakiterani, inscrita no CNPJ 04.844.827/0001-32, sediada na Rua da Horta, 447, Bairro Caroba, Lages, Santa Catarina. InstituiĆ§Ć£o de direito privado sem fins lucrativos e de natureza cultural.

Parceiro: Escola de EducaĆ§Ć£o BĆ”sica Visconde de Cairu, situada na Rua Belisario da Silva Ramos 11, Bairro Vila Nova, Lages, Santa Catarina. Escola de EducaĆ§Ć£o BĆ”sica de educaĆ§Ć£o infantil e ensino fundamental, integrante da rede estadual de ensino do Governo do Estado de Santa Catarina.

DAS RESPONSABILIDADES

Da AssociaĆ§Ć£o Cultural Matakiterani

  1. Desenvolver as atividades previstas no plano pedagĆ³gico da proposta da AĆ§Ć£o GriĆ“ na E.E.B. Visconde de Cairu mediante conversaĆ§Ć£o e acordo para seu melhor andamento.
  2. Desenvolver as atividades da prĆ³pria Matakiterani: EspetĆ”culos Causos da Serra e RecomendaĆ§Ć£o das Almas, mediante conversaĆ§Ć£o e acordo prĆ©vio entre as partes envolvidas.
  3. Dar suporte pedagĆ³gico aos professores envolvidos com as atividades da iniciativa em questĆ£o.
  4. Dar publicidade as atividades desenvolvidas na E.E.B. Visconde de Cairu.
  5. Buscar a participaĆ§Ć£o da comunidade do Bairro Vila Nova nas atividades desenvolvidas.
  6. ParticipaĆ§Ć£o em eventos da E.E.B. Visconde de Cairu ou da qual ela Ć© participante mediante aviso prĆ©vio e disponibilidade de tempo dos integrantes da AĆ§Ć£o GriĆ“.
  7. Em paralelo a AĆ§Ć£o GriĆ“ desenvolver a aĆ§Ć£o Agente Coletor de Causos, apoiado pelo PrĆŖmio Ludicidade/Pontinhos de Cultura.

DA E.E.B. VISCONDE DE CAIRU

  1. Conceder os espaƧos fĆ­sicos tais como sala de aula, pĆ”tio da escola, e outros bem como sua manutenĆ§Ć£o para o bom andamento das atividades.
  2. Dispor de material de consumo, mediante pedido prƩvio e quando disponƭvel em seu almoxarifado.
  3. Permitir o acesso dos integrantes da AssociaĆ§Ć£o Cultural Matakiterani nas dependĆŖncias da escola em horĆ”rios previamente acordados entre as partes.
  4. Buscar a participaĆ§Ć£o da comunidade do Bairro Vila Nova nas atividades desenvolvidas.
  1. Dar publicidade as atividades desenvolvidas nas dependĆŖncias da escola.
    1. Incluir logomarca da AssociaĆ§Ć£o Cultural Matakiterani, da AĆ§Ć£o GriĆ“ Nacional e do MinistĆ©rio da Cultura no caso de material impresso ou pĆ”gina na internet, e referĆŖncia verbal dessas entidades em conjunto com a escola, no caso de citaĆ§Ć£o da iniciativa em rĆ”dio, TV, palestras, cursos e demais eventos dessa natureza.

ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO

AssociaĆ§Ć£o Cultural Matakiterani

Gilson Maximo de Oliveira – ResponsĆ”vel da entidade

Adilson Freitas – Coordenador pedagĆ³gico e mediador de diĆ”logo com a escola

Equipe da AĆ§Ć£o

Adilson Freitas ā€“ GriĆ“ aprendiz

SebastiĆ£o Rodrigues da Cruz ā€“ Mestre de tradiĆ§Ć£o

Miguel Antunes de Freitas ā€“ GriĆ“ de tradiĆ§Ć£o oral

Dulce Maria Bitencourt – GriĆ“ de tradiĆ§Ć£o oral

Sady Suppitz – GriĆ“ de tradiĆ§Ć£o oral

JosĆ© Assis da Rosa – GriĆ“ de tradiĆ§Ć£o oral

E.E.B. Visconde de Cairu

Giovani Manenti ā€“ Diretor e responsĆ”vel pela escola

Arlene Aparecida de Arruda e Luisa – Supervisoras pedagĆ³gicas e mediadora de diĆ”logo com a AĆ§Ć£o GriĆ“ Geovana Bienter Oliveira Gasparin – Mediadora de diĆ”logo com a AĆ§Ć£o Agente Coletor de Causo.


METAS

Ficam definidas de comum acordo duas grandes metas para o ano de 2009.

  1. Apresentar a AĆ§Ć£o GriĆ“ para toda escola e comunidade, atendendo todos os alunos firmando o inĆ­cio das atividades do ano.
  2. Solidificar a parceria em aƧƵes prƔticas no intuito de elaborar a atividades conjuntas para o projeto extracurricular da escola no segundo semestre.

Fica expresso o aval e o acordo comum entre AssociaĆ§Ć£o Cultural Matakiterani, a AĆ§Ć£o Mestre da Oralidade, SĆ”bios da Vida Semeadores de Sonhos e a E.E.B. Visconde de Cairu.


Lages, 05 de marƧo de 2009.


Adilson Freitas ā€“ GriĆ“ Aprendiz Giovani Manenti ā€“ Diretor

AssociaĆ§Ć£o Cultural Matakiterani E.E.B Visconde de Cairu

Deixe um comentƔrio

O seu endereƧo de e-mail nĆ£o serĆ” publicado. Campos obrigatĆ³rios sĆ£o marcados com *