Chuva lava trato


Caiu e cai um verdadeiro dilúvio no interior de Santa Catarina. Raios, trovões e relâmpagos formam praticamente um clichê da tempestade, e como todo bom clichê funciona muito bem. Então, penso eu Testa de Lampião, hoje às 13 horas: “não vai aparecer ninguém na oficina de teatro do agente coletor de causos, pois como diz o Serrano, chuva lava trato”. Era ainda o primeiro dia da oficina.
Fui para escola meio desiludido. Na hora marcada havia só uma criança, a Jéssica e a professora Geovana, uma de nossas norteadores. De repente chega um e chega dois, fechamos com oito participantes, um desempenho muito bom para um dia de chuva. E o trabalho seguiu que é uma bala, e aí penso eu no final da tarde: “imagina se fosse com sol…”

Comente