Cidade da Memória


Quando saímos caminhar com Seu Zélio e Seu Migué nos reportamos para outra Lages, aquela da memória dos sábios, que constroem prédios no ar traçam ruas onde hoje há casa e enxergam uma cidade de quarenta anos atrás. Onde hoje é uma farmácia, ontem era um café, no lugar da praça, o Mercado Público e assim a cidade tridimensional ganha uma nova dimensão, visível àqueles que viajam no tempo e avistam uma cidade da memória. É um privilégio.

Comente