Chamamento P√ļblico Regulamento


CHAMAMENTO P√öBLICO DE SELE√á√ÉO PARA PARTICIPA√á√ÉO DO PROJETO PEDAG√ďGICO DO EDITAL DE BOLSAS DE INCENTIVO A√á√ÉO GRI√Ē


REGULAMENTO

A Associa√ß√£o Cultural Matakiterani em cumprimento ao disposto no item 5.6 do Edital de Divulga√ß√£o n¬ļ. 02 da Uni√£o, por interm√©dio do Minist√©rio da Cultura – Secretaria de Programas e Projetos Culturais – SPPC/MinC, convida ao chamamento p√ļblico de sele√ß√£o para do Projeto Pedag√≥gico do Edital de Bolsas de Incentivo A√ß√£o Gri√ī, a qualquer cidad√£o, oriundo de qualquer grupo √©tnico-cultural da cidade de Lages e munic√≠pios que compreendem a Regi√£o Serrana do Estado de Santa Catarina, que atuem em propostas s√≥cio-culturais e educacionais relacionadas √†s manifesta√ß√Ķes populares de cultura, seus saberes, fazeres e formas de express√£o encontradas e diretamente relacionadas a essa regi√£o do Brasil formada por 18 munic√≠pios a qual denominamos Regi√£o Serrana ou Serra Catarinense.

1.0 DA AUTORIZAÇÃO

O presente regulamento para o chamamento p√ļblico a sele√ß√£o de candidatos do Projeto Pedag√≥gico do Edital de Bolsas de Incentivo A√ß√£o Gri√ī, √© condicionado como pr√©-requisito √† participa√ß√£o da Associa√ß√£o Cultural Matakiterani no Edital acima citado, autorizado pelo mesmo e disposto no t√≥pico 5, item 5.6.

2.0 DO OBJETO

2.1 O presente regulamento tem por objetivo normatizar a sele√ß√£o de (06) Gri√īs e Mestres e (01) Gri√ī Aprendiz, al√©m de n√ļmero equivalente de suplentes de Gri√īs, Mestres e Gri√ī Aprendiz, proporcional ao n√ļmero de candidatos de cada categoria no projeto pedag√≥gico, totalizando (07) suplentes.

2.2 A A√ß√£o Gri√ī √© integrante do Programa Cultura, foi criada e inspirada pela pedagogia do ponto de cultura Gr√£os de Luz e Gri√ī (Len√ß√≥is ‚Äď BA) em parceria com uma rede de 50 pontos de cultura de todo o Brasil atua com a viv√™ncia, a cria√ß√£o e a sistematiza√ß√£o de pr√°ticas pedag√≥gicas relacionadas aos saberes e fazeres da cultura oral. A miss√£o desta rede √© criar e instituir uma pol√≠tica p√ļblica de estado que promova o reconhecimento do lugar pol√≠tico, social e econ√īmico dos gri√īs e mestres de tradi√ß√£o oral na educa√ß√£o das crian√ßas e jovens brasileiros.

2.3 Para um melhor conhecimento da A√ß√£o Gri√ī – Cultura Viva, sugere-se a leitura do documento Cultura Viva, documento da A√ß√£o Gri√ī, disponibilizado no Portal do Minist√©rio da Cultura – MinC, http://www.cultura.gov.br/cultura_viva.

3.0 DA PARTICIPAÇÃO

3.1 Poder√£o participar da presente sele√ß√£o qualquer cidad√£o oriundo de qualquer grupo √©tnico cultural da cidade de Lages ou dos outros 17 (dezessete) munic√≠pios da Regi√£o Serrana e que atuem em propostas s√≥cio-culturais, educacionais e pr√°ticas comunit√°rias relacionadas √†s manifesta√ß√Ķes populares de cultura, seus saberes, fazeres e formas de express√£o encontradas e diretamente relacionadas a essa regi√£o do Brasil.

3.2 Que se reconheçam, ou sejam reconhecidos pela sociedade como detentores de um conhecimento vinculado com a tradição do lugar;

3.3 Que sejam nascidos na Regi√£o Serrana do Estado de Santa Catarina ou moradores nela h√° pelo menos 10 (dez) anos, comprovadamente.

3.4 Que re√ļna o maior n√ļmero de qualidades dos perfis a seguir:

a) Gri√ī Aprendiz ‚Äď pessoa com experi√™ncia e pesquisa em mobiliza√ß√£o cultural, di√°logo e media√ß√£o pol√≠tica; l√≠der e/ou participante de grupos art√≠stico-culturais e associa√ß√Ķes locais que trabalham com as tradi√ß√Ķes orais; pessoa com facilidade para transmitir a sabedoria da tradi√ß√£o oral por meio da palavra (oral e escrita) como uma arte ou magia; pessoa com forma√ß√£o ou experi√™ncia em educa√ß√£o, letras, hist√≥ria, antropologia, artes c√™nicas, jornalismo e outras √°reas afins; educador comunit√°rio iniciado em facilita√ß√£o de viv√™ncias em grupo; participante de rituais e/ou atividades de inicia√ß√£o com um Mestre de tradi√ß√£o oral de sua escolha; escolaridade m√≠nima de ensino m√©dio, experi√™ncia com a entidade proponente, n√£o possuir v√≠nculo empregat√≠cio com a escola/universidade parceira.

b) Gri√īs de tradi√ß√£o oral ‚Äď l√≠der e/ou participante de grupos art√≠stico-culturais e associa√ß√Ķes locais que trabalham com as tradi√ß√Ķes orais e/ou anima√ß√£o popular de sua regi√£o; pessoa com facilidade para transmitir a sabedoria da tradi√ß√£o oral por meio da palavra como uma arte ou magia; m√ļsico instrumentista e animador de festas; pessoa com hist√≥ria de vida de tradi√ß√£o oral que se identifica com a figura do caminhante viajante e contador de hist√≥rias; idade m√≠nima de 40 anos.

c) Mestres de tradi√ß√£o oral ‚Äď pessoas reconhecidas em sua comunidade como l√≠deres espirituais com a sabedoria da cura ou da inicia√ß√£o para a vida, buscados por pessoas de diversas regi√Ķes; conhecedores e fazedores de conhecimentos, iniciados ou iniciadores das artes e of√≠cios de tradi√ß√£o oral; pessoa com hist√≥ria de vida de tradi√ß√£o oral que se identifica com a figura do s√°bio e do mestre; idade m√≠nima de 50 anos.

3.5 A Associa√ß√£o Cultural Matakiterani, entidade com reconhecido m√©rito na pesquisa de manifesta√ß√£o populares da cultura da Serra Catarinense, tem o direito de indicar pessoas para o chamamento p√ļblico por meio de of√≠cio, conforme item 4.1, sub-item ‚Äúd‚ÄĚ, que concorrer√£o nas mesmas condi√ß√Ķes dos demais, n√£o representando quaisquer vantagem antes os demais candidatos, indicados por meio de of√≠cio por outras institui√ß√Ķes p√ļblicas ou privadas.

4.0 DA INSCRIÇÃO, DOS PRAZOS, DO RESULTADO

4.1 Para inscrever-se na sele√ß√£o no presente chamamento p√ļblico de sele√ß√£o o participante dever√° apresentar os seguintes documentos:

a) Ficha de inscrição, contendo o relato de sua história de vida conforme modelo em anexo;

b)Comprovante de nascimento ou residência na Região Serrana do Estado de Santa
Catarina h√° pelo menos 10 (dez) anos;

c)Porto f√≥lio – fotografias, depoimentos, mat√©rias em jornais e revistas, cartazes, programas, convites de eventos, v√≠deos, cds, dvds, publica√ß√Ķes, entre outras formas de registro das a√ß√Ķes referentes ao objeto do Edital.

d) Of√≠cio de indica√ß√£o de pelo menos uma entidade p√ļblica ou privada, a qual reconhe√ßa o inscrito como detentor das qualidades requisitadas no presente regulamento.

4.2 O presente regulamento ser√° veiculado na imprensa local, enviado as institui√ß√Ķes que trabalhem e ap√≥iem a√ß√Ķes de educa√ß√£o e cultura e disponibilizado na Internet no seguinte endere√ßo: http://bulhadaacao.blogspot.com

4.3 O período de inscrição compreende de 22 de julho de 2008 a 05 de agosto de 2008, valendo a data de carimbo do correio;

4.4 O material de inscrição poderá ser entregue na sede da Associação Cultural Matakiterani ou enviado via correio para o seguinte endereço:


Associação Cultural Matakiterani
Chamamento P√ļblico A√ß√£o Gri√ī
Rua da Horta, 447, Bairro Caroba
CEP. 88.516-240 – Lages ‚Äď Santa Catarina

4.5 A divulgação dos resultados será realizada no dia 10 de agosto de 2008, nos meios de comunicação da imprensa local e Internet: http://bulhadaacao.blogspot.com

5.0 DA SELEÇÃO

5.1 A sele√ß√£o dos candidatos do presente chamamento p√ļblico ser√° realizada por uma comiss√£o composta por 03 (tr√™s) pessoas, divididas entre:

a) Um representante da Associação Cultural Matakiterani representando os interesses da comunidade;

b) Um profissional da educa√ß√£o representando os interesses das institui√ß√Ķes de ensino;

c) Um profissional da antropologia representando os interesses das manifesta√ß√Ķes populares da cultura.

5.2 A escolha dos candidatos se dará por consenso da comissão selecionadora ou por votação com maioria simples;

5.3 Os critérios de seleção da comissão selecionadora serão:

a) Apresentação de toda a documentação solicitada no item 4.1;

b) Enquadramento dos candidatos nos perfis descritos no item 3.4;

c) Relev√Ęncia em acordo com o edital mediante a hist√≥ria de vida, item 4.1, sub-item ‚Äúa‚ÄĚ;

d) Representação da diversidade cultural da Serra Catarinense;

e) Reconhecimento p√ļblico do candidato em sua pr√≥pria comunidade;


6.0 DISPOSI√á√ēES GERAIS

6.1 Todos os documentos enviados não serão devolvidos e passarão a compor o acervo de projetos da Associação Cultural Matakiterani;

6.2 A inscri√ß√£o do participante no presente chamamento p√ļblico implica na concord√Ęncia com os termos deste regulamento;

6.3 Os casos omissos ou d√ļvidas surgidas ser√£o resolvidos pela Associa√ß√£o Cultural Matakiterani.


Lages, 21 de julho de 2008.

Gilson Maximo ‚Äď Presidente
Associação Cultural Matakiterani

Deixe um coment√°rio

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *